Você sabe a diferença entre Dúvida e Consulta jurídica?

1452

Quando você quer saber algo genérico, por exemplo: “é possível se divorciar e deixar para fazer a partilha de bens posteriormente”, isso é uma DÚVIDA.

Dúvida é quando uma pessoa quer saber a respeito de um direito, de modo genérico, não está relacionado a nenhum caso concreto. São perguntas que até mesmo o Google ajudaria.

Já a CONSULTA é bem diferente de só tirar uma dúvida.

A consulta está relacionada a análise de uma caso específico.
Por exemplo: a pessoa conta uma história e no final quer saber o que pode ser feito para resolver o problema dela. Ou seja, se a pessoa quer que analise um caso específico dela e pede que você lhe dê uma solução para o eventual problema, isso é uma CONSULTA.

Vamos a um exemplo bem mais prático para entender a diferença?

Se você pergunta a hora para uma pessoa na rua: ISSO É DÚVIDA.

Se você pergunta para uma pessoa como chegar a determinado destino: isso é CONSULTA.

Mas afinal, porque você deve entender a diferença entre dúvida e consulta?
Uma consulta precisa ser agendada e deve ser devidamente paga.
E porque você deve pagar? Por que o(a) advogado(a) vai estudar o seu caso, vai ler a legislação pertinente, vai estudar casos semelhantes, analisar entendimentos dos tribunais, vai analisar os documentos que você tem, verificar quais as provas podem ser produzidas etc.

Esse pagamento pela consulta chama-se HONORÁRIOS ADVOCATÍCIOS e o(a) advogado(a) depende disso para viver.

Quando você vai no médico você paga o valor da consulta. O médico ouve toda sua demanda, te indica um remédio, ou pede para você fazer alguns exames para que ele os analise e diga o que você tem. Você não vai no médico para tirar uma dúvida. Você vai fazer uma consulta.

Acredito que algumas pessoas não sabem diferenciar dúvida de consulta jurídica, por isso que, muitas delas quando procuraram um(a) advogado(a), contam o seu problema específico, muitas vezes mandam fotos, áudios, número de processo, esperando receber informação de forma gratuita.

Portanto, quando tiver dúvida, analise primeiro: “a informação que eu preciso é genérica ou específica?”
Se for genérica, é dúvida.
Se for específica, é consulta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.